MV Bill é personagem de primeiro vídeo de rap em realidade virtual

RioInfo2A empresa carioca Cardboard Brazil apresentou o primeiro vídeo de rap feito com realidade virtual, realizado na comunidade da Cidade de Deus em parceria com o MV Bill. Com um par de óculos especial é possível acompanhar todos os ângulos do rapper pela comunidade durante o vídeo clipe. MV Bill, que esteve presente no Rio Info, elogiou a iniciativa. “A música é “Só deus pode me julgar”, que tem 14 anos de existência e ainda passa uma mensagem bastante atual. Agora ela pode ser gravada de uma maneira diferente e inovadora”.

Fundada em março deste ano, a empresa desenvolve vários produtos relacionados à realidade virtual. Outro deles é o aplicativo educativo “O mundo da matemática”. A sócia diretora da Cardboard Brazil, Vivian Reis, destaca o potencial por se tratar de uma matéria de linguagem universal. “Temos a pretensão de revolucionar a educação em nível mundial, uma vez que o game de matemática é uma linguagem universal. Então mais do que investidores, a gente quer conseguir pessoas que se unam nessa jornada e popularizar o modelo de óculos especiais (Cardboard) no mudo inteiro”.

Reis aponta a dificuldade de encontrar apoiadores como uma das principais barreiras para o produto. “Encontrar apoiadores para essa iniciativa é uma das nossas maiores dificuldades por se tratar de uma iniciativa muito nova. Mas, com certeza, a realidade virtual é uma nova dimensão que vem se abrindo em todos os negócios e setores da economia. É uma coisa que as empresas têm que investir. E quem for o pioneiro vai se dar muito bem”.

Através do sistema de crowdfunding, a empresa tem o objetivo de vender Cardboards personalizados para viabilizar o primeiro vídeo de realidade virtual a ser produzido em uma tribo indígena brasileira. A empresa é responsável tanto pelo suporte quanto pelo conteúdo, feito em parceria com a empresa londrina Brook Social Media.

 

 

 

 

Share This